Transmedia e crossmedia: quais são as diferenças entre as estratégias?

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade
Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade
Transmedia e crossmedia: quais são as diferenças entre as estratégias?
Transmedia e crossmedia: quais são as diferenças entre as estratégias?

Entenda quais são as principais diferenças entre transmedia e crossmedia, estratégias de conteúdo para mídias digitais.

Apesar de os termos não serem muito conhecidos, as práticas de transmedia e crossmedia são muito utilizadas por empresas em suas redes sociais. Talvez você até já esteja implementando uma dessas estratégias sem saber.

Com a velocidade que o comportamento do consumidor se desenvolve e o número de informações que o atingem aumentam, é necessário ter uma estratégia que acompanhe isso e faça sua marca estar à vista. O principal objetivo das estratégias de crossmedia e transmedia é fazer com que a marca esteja presente no maior número de mídias possíveis e não saia da cabeça do usuário.

Leia também: Omnichannel: o que é e quais são seus benefícios

Estes conceitos são comumente confundidos. É comum misturar os termos e acabar se referindo a um quando, na verdade, está falando do outro. Confira abaixo o que cada uma das estratégias significa!

O que é crossmedia?

Apesar de o nome parecer um pouco estranho no início, essa estratégia é utilizada pela maioria dos negócios.

Crossmedia é o processo que distribui a mesma narrativa entre diferentes canais, adaptando-se às características e particularidades que cada um tem. É, em poucas palavras, o mesmo conteúdo em diferentes linguagens. 

Por exemplo, uma empresa pode exibir uma propaganda do seu produto na televisão e colocar a mesma propaganda no YouTube. Ou fazer o mesmo post no Instagram e no Facebook. Isso é crossmedia, ou, em uma tradução livre, mídia cruzada.

Nessa estratégia, o objetivo é distribuir para conquistar. Os meios de comunicação, juntos, buscam alcançar o maior número de pessoas com o mesmo conteúdo. Uma das maiores vantagens do crossmedia é que, por meio dele, o cliente tem a liberdade de escolher por onde quer consumir o conteúdo e fazer isso da forma que mais lhe agrada.

E transmedia?

A arte de contar uma história ao consumidor por diferentes canais, geralmente com foco em públicos diferentes. Retomando o exemplo citado acima, é como se, agora, a empresa está veiculando a propaganda na televisão, enquanto posta vídeos dos bastidores e depoimentos dos atores presentes no seu canal do YouTube.

Leia também: Storytelling e seu lugar no marketing digital

Por meio da transmedia, se o consumidor acessar apenas um meio, terá acesso parcial às informações. Seu principal objetivo é que os meios fortaleçam uns aos outros e complementem suas mensagens.

A transmedia atende uma das principais características do consumidor atual: a busca por um relacionamento com a marca, por meio do storytelling. A estratégia permite que o usuário navegue entre diferentes canais de comunicação da empresa, aumentando a relevância desta.   

O foco de um projeto de narrativa transmedia é colocar a audiência dentro do programa e do conteúdo por meio de diferentes pontos de entrada, criando uma experiência única.

Nuno Bernardo

Sendo transmedia ou crossmedia, o maior desafio encontrado é a criação de um conteúdo realmente relevante para o consumidor, que estimulem interatividade, engajamento, alcance de marca, etc. Quer saber mais sobre essas estratégias e como a Agência BGCOM pode te ajudar nesses processos? Entre em contato, solicite uma consultoria e saiba como podemos ajudá-lo.

Compartilhe ⤵

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on pinterest

Deixe o seu comentário 💬

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Mais conteúdo valioso 🔥

Fechar Menu

Solicite uma Proposta Comercial

Seja nosso parceiro, nós vamos entrar em contato
com a sua empresa para agendar uma call